Filme Fala Sério, Mãe

Oi pessoal! No dia 28 de dezembro estreia o filme “Fala Sério, Mãe!” baseado no livro de sucesso da Thalita Rebouças! Não perca!

Siga-nos no Instagram e aproveite as novidades! @riocomcriancas

Sinopse:

Uma mulher que se torna mãe. Suas expectativas, experiências, desejos e frustrações. Depois, a filha. O que é ser adolescente, como ela vê seus pais, sua relação com os irmãos, a escola, os amigos. “Fala sério, mãe”, longa-metragem baseado em texto de Thalita Rebouças, é daqueles filmes pra toda a família, vizinhos, turma da escola, da academia ou do inglês assistir junto e – com Ingrid Guimarães no papel da mãe – dar várias gargalhadas.

Nele, uma singela festa do pijama da filha mais velha pode se transformar numa noite de pesadelos e fazer as festinhas do play para 50 convidados parecerem a melhor opção do mundo. A maternidade real bate na porta quando o peito racha e empedra durante a amamentação ou quando o bebê resolve trocar o dia pela noite. O primeiro filho, o segundo, o terceiro. Como o mundo vê aquela mãe, aquele pai, aquela família. O primeiro dia na escola, o primeiro beijo. “Teve língua?”

O filme fala de sentimentos que se transformam e também dos que surgem. Ele mostra que diante de determinadas situações, viramos até aquilo que em outros tempos negaríamos ser. Larissa Manoela, a filha, interpreta, com muita sensibilidade, uma menina em transformação e reconhecimento de si e do mundo. É por tudo isso que “Fala sério, mãe” é um filme que diz respeito a todos nós. Lindo e imperdível!

Nossa opinião:

Assisti ao filme com minha filha, Camille – 11 anos, e acho que é realmente para toda a família. Me identifiquei inúmeras vezes com a personagem Ângela, mãe da Malu, e lembrei de muitos momentos com a minha mãe também.

Eu li o livro e achei que adaptação ficou ótima! Algumas coisas foram inseridas para dar dinâmica ao cinema e algumas coisas foram tiradas. Mas mesmo assim achei fiel ao livro.

Camille também adorou e no final disse que agora entende porque as mães são assim. Rsrs. Ela não leu o livro ainda, mas em breve libero pra ela.

O filme tem a classificação de 10 anos, mas não tem nada que uma criança menor não possa assistir. Acho que essa é uma questão pessoal da família. 😉

No mais, super recomendamos o filme e tenho certeza que lágrimas irão rolar e muitas risadas também!

O filme é leve, divertido e emocionante!

Fica a dica!

*Esse post foi patrocinado pela Downtown Filmes. Porém nossa opinião é real, sem interferência da empresa. Prezamos pela transparência com nossos leitores.

Receba as novidades da Semana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *