Como é o AquaRio – Aquário Marinho do Rio

Quem nos acompanha no Instagram (@riocomcriancas) sabe que já fomos algumas vezes ao AquaRio. Tivemos a oportunidade de conhecer durante as obras (post aqui) e depois de pronto. Ainda não havia feito o relato da experiência depois de pronto, pois queria conhecer o projeto a fundo para dar uma opinião sensata.

Primeiro quero falar um pouco desse projeto que ao meu ver, é incrível!

O AquaRio é um local de pesquisa, conservação, educação, entretenimento e cultura. É uma oportunidade única de conhecermos um pouco mais sobre a vida marinha. E não digo isso somente para turistas, é uma oportunidade para vários estudantes de biologia se aprofundarem um pouco mais na vida marinha. É um projeto que visa a pesquisa científica e proteção de várias espécies marinhas. Além de ter gerado muitos empregos e estágios em diversas áreas. É um projeto que acredito muito e torço para que dure pra sempre.

A Visita:

O ingresso pode ser adquirido antecipadamente pela internet ou nas bilheterias. Recomendo que comprem antecipado para evitar filas. Em alta temporada a espera pode ser longa. Mas já fui em época de carnaval e consegui comprar no “toten” sem filas e sem dificuldade, mas acho que foi sorte.

Além das bilheterias, tem os totens

Logo na entrada já podemos avistar a ossada de uma baleia suspensa. Essa baleia foi encontrada na Praia da Macumba (Recreio dos Bandeirantes), encalhada e já morta e depois da sua decomposição virou objeto de estudo e logo depois virou decoração no AquaRio.

Baleia

No hall de entrada é onde fica a bilheteria, os “totens” e alguns quiosques para alimentação. Os preços dos quiosques não são dos mais baratos, mas são equivalentes a preços de shopping.

O início da visitação é no terceiro andar e é ali que apresentamos o ingresso para começar o percurso.

Logo após a catraca de acesso, podemos configurar um “Peixe Virtual” que irá te acompanhar por toda a visita. Você pode escolher a espécie, a cor, o tamanho e o nome do peixe. Essa atividade é paga a parte e sinceramente acho que não vale a pena o investimento. É até legal, mas é dispensável.

Criando o peixe virtual

Depois entramos nos corredores onde estão os aquários com os mais diversos tipos de peixes e corais. Há peixes do Caribe, Oceano Atlântico, Oceano Índico, Pacífico, ostras, corais das mais diversas cores, água viva, cavalo marinho, entre outros.

Tem até o Nemo

É importante dizer que ao lado de cada aquário, há a explicação com o nome do peixe e de onde ele vem.

Ao longo da visita há locais com monitores dando explicações e falando sobre as curiosidades das espécies, são as chamadas Grutas Virtuais. Super interativo! Também há uma área com um microscópio para que possamos observar microrganismos. É muito interessante!

Em determinado trecho da visita existe uma espécie de cúpula onde entramos o podemos observar o comportamento de um cardume. Vale a pena enfrentar a fila que se forma e esperar para entrar. É rapidinho!

Fora da Cúpula
Dentro da Cúpula

Finalizada essa parte, chegamos ao Grande Tanque Oceânico onde observamos arraias, peixes e tubarões. Esse tanque é um show a parte e dá vontade de ficar horas contemplando o local. Eu sou fã de arraias e nesse tanque a impressão é que elas estão voando. Apenas aprecie e curta esse momento.

As Arraias são as minhas favoritas

Um pouco mais abaixo está o famoso túnel onde parece que estamos dentro do tanque. O tanque é maravilhoso e rende fotos incríveis! O difícil é conseguir um momento só seu neste lugar.

Um momento só pra mim… rsrs
Nossa primeira visita

Depois do grande recinto, há o tanque de toque. Onde podemos tocar em algumas espécies como mini tubarão, arraias e outros. É importante informar que esse tanque não está disponível todos os dias, pois os animais não podem ser submetidos ao toque o tempo todo.

Tanque de Toque

Finalizando os tanques, há um Museu do Surf e Museu da Ciência, onde podemos aprender um pouco mais sobre diversos tipos de moluscos e sobre a história do surfista Rico de Souza.

Museu Rico de Souza
Museu da Ciência

No final da visita, há uma lojinha com itens do AquaRio. Por lá vende blusas, canecas, lápis, cadernos, pelúcias, livros e outros objetos. Os preços não são convidativos, mas os artigos são ótimos e de qualidade.

Lojinha AquaRio

Como eu disse no início, eu Amo o AquaRio e acho que a visita é super válida para todas as idades. Muita gente reclama do preço – e realmente é caro – mas mesmo assim vale o investimento. Até porque não é nada barato manter uma estrutura daquele tipo com uma boa qualidade no serviço e conservação.

O AquaRio também dispõe de visita aos bastidores. Não sei falar muito sobre, pois não fiz essa visita ainda. Mas informo a vocês assim que eu puder fazer esse circuito.

Dicas:

  • O ingresso tem horário de entrada marcado, mas não há limite de tempo para a visitação;
  • Leva-se em média 1h30m para a visitação com calma;
  • Leve casaco;
  • Há banheiros e bebedouros em todos os andares;
  • O AquaRio é acessível e há rampas e elevadores;
  • Compre seu ingresso antecipado;
  • Se quiser tentar uma foto exclusiva no túnel, chegue no primeiro horário e vá direto para o túnel;
  • Tenha paciência se for em dias lotados, como fim de semana, feriado e alta temporada;
  • Há estacionamento no local, mas o preço é salgado. O melhor é ir de transporte público ou procurar estacionamentos nos arredores;
  • Em frente ao AquaRio há um parquinho super legal para as crianças.

Mais informações:

Funcionamento: todos os dias das 10h às 18h, com entrada no circuito até 17h;

Ingressos: R$80,00 (inteira)/ R$40,00 (meia);

R$60,00 (nascidos e moradores do Rio de Janeiro – capital e municípios);

Menores de 3 anos não pagam.

Veja mais informações aqui.

Na última visita, tivemos a oportunidade de participar de uma campanha do AquaRio e mostrei tudo em vídeo para vocês. Só clicar aqui.

Receba as novidades da Semana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *